quarta-feira, agosto 25, 2010

Coragem, Alice!




Alice estava pronta para entrar na toca do coelho quando, de repente, para e fica imóvel.

- Alice, o que há?

- Não tenho certeza.

- Certeza de quê?

- Não tenho certeza se esse é o caminho correto. Eu quero saber onde isso vai dar. Se esse for o caminho errado, eu vou perder muito tempo até descobrir.

- Alice, você é ansiosa e muito controladora. Você já quer saber o começo, meio e fim da história. Alice, relaxa!

- Mas e se não for o caminho certo?

- Se não for você volta e tenta outra vez.

- Eu tenho medo de pegar o caminho errado...

- Todo mundo tem, não é só você. Mas as pessoas escolhem um caminho e seguem por ele. É preciso dar o primeiro passo. Ou você vai ficar parada aí até criar raízes?

- Não sou árvore.

- Então caminhe.

- Eu pensei que tendo certeza seria mais fácil.

- Certeza na vida a gente nunca tem. Você só vai descobrir a sua história à medida que for caminhando, porque é caminhando que você vai construí-la. De outro modo não haverá história alguma a ser contada.

Alice, então, se calou e ficou pensando em todas aquelas palavras. Olhou para a toca do coelho, tomou coragem, apesar do medo que teimava em assombrá-la, e finalmente entrou.

"Coragem é resistência ao medo, domínio do medo, e não ausência do medo."  Mark Twain

4 comentários:

Descanso da Alma disse...

Concerteza Alice é um personagem de uma mente inquieta para gerar milhões de outras mentes inquietas e com isso postar este belo pensamento.

Valeu Cris.

Mari disse...

Oi cris,

Estes dias postei sobre o medo...nossa as postagens se complementam.

Beijos

Cristina Danuta disse...

Oi Thiago,

Esse livro está lá na estante me aguardando. Andei dando uma folheada (é uma edição capa dura da Zahar, com as ilustrações originais. Linda, linda) e deve ser um dos próximos que lerei. Eu só conhecia a estória da Alice de desenhos ou filmes.

Tem uma versão com os comentários de um dos maiores especialistas de Carrol. Pena que não pude comprar. Essa edição que eu tenho é a simples, só a estória do País das Maravilhas e Através do Espelho.

Obrigada pelo comentário.

Bjs

Cristina Danuta disse...

Oi Mari,

É uma itertextualidade entre os nossos textos. =)

Beijos