Coffe Book (7)

10:00


Meses atrás estava em uma  livraria indo em direção ao caixa, tendo nas mãos alguns livros escolhidos a dedo, quando me deparo com aquele estande abarrotado de livros azuis que logo me chamaram a atenção. De frente para mim, convidativo, um dos livros em que se podia ler meio ao longe um nome: Rainer Maria Rilke. Me aproximei para ver de que se tratava. Não tive dúvidas. Diante daquele achado, levei Cartas do poeta sobre a vida para casa. Afinal, um encontro assim tão inesperado com o melhor poeta em língua alemã do século XX não poderia ser desperdiçado.

O livro reúne trechos escolhidos de cerca de sete mil cartas trocadas entre Rilke e muitos de seus fãs e amigos. São basicamentes conselhos e reflexões sobre a vida, a morte, o trabalho, a solidão, o amor, a arte, a moral, dentre outros.

Rainer Maria Rilke também é autor de Cartas a um jovem poeta e Elegias de Duíno. Dentre algumas das curiosidades sobre sua vida está a de ter sido durante algum tempo secretário do grande escultor Auguste Rodin.

Abaixo alguns trechos do livro:


"Não há força no mundo exceto o amor, e, quando o carregamos em nós, simplesmente o temos, mesmo que fiquemos perplexos sobre como usá-lo: ele exerce seu efeito, irradia e ajuda para fora e além de nós. Não se deve jamais perder essa fé, é preciso simplesmente (e se não fosse nada mais) resistir nela!"

"Não existe prisão pior do que o medo de causar dor a quem se ama."

"Exageradando um pouco, gostaria de dizer que nós não somos; nós continuamente nos construímos de novo e de forma diferente no ponto de interseção de todas as influências que adentram a esfera de nossa existência."

You Might Also Like

0 comentários

Seguidores

Follow by Email