A vida é mais bonita quando...

01:00


Cappuccino do Café San Telmo. O cachecol da Marcia deu um charme à mais a foto.
 Já fazia um bom tempo que não tinha um fim de semana tão bom. Amigos, cappuccino, vinho, comidinha boa e frio, muito frio. Foi assim que passei o último final de semana em Teresópolis, cidade linda, batizada com este nome em homenagem à imperatriz dona Teresa Cristina, esposa de D. Pedro II. Para quem não sabe, existe na Serra dos Órgãos uma das paisagens mais lindas do Rio de Janeiro: o bloco rochoso denominado "dedo de Deus". Inconfundível.

Gosto de momentos assim, junto aos amigos, sentada à mesa degustando uma boa comida, uma boa bebida, tendo por prato principal a conversa saboreada e compartilhada. As coisas boas são simples - tá, eu confesso, a sopa de abóbora com gorgonzola e o vinho alentejano estavam divinos!

Certa vez disse à um amigo, que na época me convidara para entrar em mais uma rede social, que não sabia se iria aceitar o convite. O nosso tempo "real" já está cada vez mais curto e eu também não estava dando conta direito nem das outras redes sociais que participo. Confessei que tem momentos em que esse mundo virtual me cansa. Querendo ou não é um mundo à parte, artificial.

Entenda, não duvido que amizades verdadeiras possam surgir e ultrapassar as barreiras do virtual, isso já aconteceu comigo, mas na maioria das vezes você mantêm contato com dezenas de pessoas que  nunca irá conhecer. Você nunca sentirá o prazer de se sentar  ao lado de tais pessoas para bater um papo saboreando nem que seja um  delicioso "podrão".

Me desculpem os mais novos, eu gosto mesmo é da conversa olho no olho, da sacralidade de se compartilhar experiências, de ouvir a musicalidade das risadas e ver os gestos mais banais. Nesses momentos em que o humano se manifesta e entendemos que não estamos sós. A vida partilhada e compartilhada é mais bonita. Isso a internet não faz. Isso para mim é sagrado.


You Might Also Like

0 comentários

Seguidores

Follow by Email