domingo, março 04, 2012

Navegar é preciso...


É sempre tempo de mudanças.
E aqui estou eu mais uma vez revendo rotas, observando a posição das estrelas, virando o leme e traçando um novo rumo...
Nas incertezas de minhas entranhas vou descobrindo novos mares.

Não, não é volubilidade. É questão de adaptação, sobrevivência. 
Sou fiel aos meus princípios. Minhas inquietudes é que me movem.

Antigamente me culpava por não seguir até o fim um caminho que havia traçado. Mas entendi que isso pode não ser um defeito, mas uma qualidade. Nem sempre o caminho mais curto é uma reta. Os desvios podem ser enriquecedores...

Covardia é não ter a coragem de mudar. Burrice é continuar andando por uma rua sem saída.

É necessário rever as rotas de tempos em tempos, pois só o que está morto não pode mudar.
Até o tempo não para...

Um comentário:

ANA MARIA disse...

Minha carta de navegação precisa ser atualizada, Cristina, mas perdi as coordenadas. Daqui a pouco volto a velejar. Que bons ventos nos guiem! Bj